Polícia Militar lança campanha contra importunação sexual nos estádios

Policial militar conversa com torcedora do Clube do Remo no estádio do Baenão, em Belém, pelo lançamento da iniciativa da Corporação

A Polícia Militar, por meio do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), unidade que integra o Comando de Policiamento Especializado (CPE), lançou a campanha “Todos Contra a Importunação nos Estádios”, na noite desta segunda-feira (4). O evento de lançamento ocorreu durante a partida entre o Clube do Remo e a equipe do Coritiba, válida pela 28ª rodada do campeonato brasileiro da Série B, disputada no estádio Antônio Baena (Baenão), em Belém.

A ideia surgiu no I Simpósio sobre Torcidas Organizadas nos Estádios de Futebol do Pará, organizado pelo BPE, no mês de agosto, para debater a violência nos estádios paraenses. A questão da importunação sexual se mostrou um tema recorrente entre as integrantes de torcidas organizadas. A partir daí, foram realizados estudos para subsidiar a campanha que tem como principal objetivo esclarecer os torcedores sobre a lei n° 13.718 de 2018, que caracteriza o crime de importunação sexual, bem como a pena prevista e os atos que podem resultar em aumento da pena.

Além disso, o dispositivo esclarece sobre como as torcedoras devem proceder para denunciar casos tanto dentro como fora dos campos de futebol. “O embrião dessa campanha surgiu quando realizamos o I Simpósio com as torcidas organizadas e pudemos ouvir sugestões e reclamações, e umas das principais queixas estava relacionada com a questão da importunação sexual sofrida pelas mulheres que frequentam os estádios em nosso Estado. Estendemos a nossa pesquisa para outros grupos sociais e percebemos que a maioria das mulheres que frequentam jogos de futebol já sofreu algum tipo de importunação sexual. Por isso, decidimos desencadear esta ação”, explica o comandante do Batalhão de Polícia de Eventos, Tenente-coronel Helde Alain Corrêa da Silva.]

Casal chega para a partida do Clube do Remo no Baenão e recebe das mãos de policiais militares panfletos orientadores

Um dos públicos alvos da campanha, os homens se mostraram bastante receptivos ao serem abordados pelas responsáveis da distribuição dos panfletos da campanha, a exemplo do analista de contratos, Alexandre Vitorino. Ele estava no estádio acompanhado da filha e considerou a ação importante.

“Eu comecei a frequentar os campos de futebol em um tempo em que as mulheres entravam no estádio e eram duramente xingadas e, como pai de duas meninas, eu acho essa campanha contra a importunação sexual muito importante, principalmente por estimular o respeito dentro dos estádios”, comentou o torcedor.

A campanha idealizada pelo BPE pode ser concretizada graças às parcerias realizadas com a Casa Civil do Estado, Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa do Pará, deputada estadual, professora Nilse, Federação Paraense de Futebol (FPF) e o Clube do Remo, que por ocasião do lançamento da campanha, jogou com a logomarca da ação em seu uniforme, além de seus jogadores entrarem em campo com uma faixa da campanha.

A campanha será promovida de forma permanente nos jogos do Remo e Paysandu, realizados na capital paraense e, além disso, está prevista uma solenidade na Assembleia Legislativa, onde ocorrerá o lançamento de uma cartilha educativa da campanha “Todos Contra a Importunação Sexual nos Estádios”.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Muito obrigado por sua audiência e caso tenha algum comentário sobre a experiência no site, fale conosco nas nossas redes sociais.

Assine grátis nossas notícias

Rolar para o topo