19/07/2022 às 11h58min - Atualizada em 19/07/2022 às 16h00min

Incêndios atingem Londres após temperatura recorde de mais de 40ºC; veja imagens

Focos ativos alcançam casas e rodovias da capital britânica, onde temperaturas ultrapassaram os 40º pela primeira vez na história. Prefeito pede para que pessoas fiquem em casa. Autoridades apontam aquecimento global como causa de onda de calor severa na Europa Ocidental.

G1 - Mundo
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/07/19/onda-de-calor-na-europa-incendios-atingem-londres.ghtml

Focos ativos alcançam casas e rodovias da capital britânica, onde temperaturas ultrapassaram os 40º pela primeira vez na história. Prefeito pede para que pessoas fiquem em casa. Autoridades apontam aquecimento global como causa de onda de calor severa na Europa Ocidental. Casa nos arredores do leste de Londres pega fogo, após ser atingida por incêndio por conta do forte calor de mais de 40ºC que atingiu a capital britânica, em 19 de julho de 2022.
Diversos focos de incêndio atingem a cidade de Londres, no Reino Unido, nesta terça-feira (19), por conta da onda de calor severa que atinge a Europa e é relacionada ao aquecimento global. Há chamas intensas perto de residências e rodovias da capital inglesa e registro de feridos. Mais cedo, as temperaturas na cidade ultrapassaram os 40ºC pela primeira vez na história.
Initial plugin text
Segundo a imprensa local, os focos se concentram na região leste da cidade. Nas redes sociais, moradores da região divulgaram imagens de um incêndio bem próximo a uma rodovia da cidade e de casas, pouco preparadas para a onda de calor que já deixou mais de mil mortos na Europa Ocidental.
Carros param em rua atingida por incêndio no leste de Londres, no Reino Unido, onde temperaturas chegaram ao recorde histórico de mais de 40ºC, em 19 de julho de 2022.
Tony O'Brien/ Reuters
O prefeito de Londres, Sadiq Kahn, informou que os incêndios foram classificados como um "incidente grave" na cidade, uma classificação rara na capital britânica. Kahn pediu que os moradores fiquem em casa.
CALOR RECORDE NA EUROPA: Entenda as causas, a influência das mudanças do clima e a relação com o aquecimento dos polos
A polícia afirmou que há feridos por causa das chamas, mas ainda não especificou o número de vítimas. No leste de Londres, uma casa foi atingida pelas chamas e pegou fogo. Ainda não há informações sobre se os moradores estavam no interior da residência.
Aquecimento global
Fumaça de incêndio se aproximam de casa nos arredores da região leste de Londres, no Reino Unido, por conta da onda de calor, em 19 de julho de 2022.
Tony O'Brien/ Reuters
Além do Reino Unido, há centenas de focos ativos de incêndio no sul da França, na Espanha e em Portugal, por conta da onda de calor que atinge a Europa Ocidental, uma das piores na região em anos. O aquecimento global, segundo especialistas, é um dos maiores responsáveis pelos recordes de temperatura na região.
O chefe de ciência e tecnologia do serviço de meteorologia do governo do Reino Unido, Stephen Belcher, afirmou que, em circunstâncias normais, seria matematicamente impossível que as temperaturas no país chegassem aos 40ºC, como foi registrado nesta terça-feira na capital britânica.
"Para mim, (o recorde de temperatura no Reino Unido) é um lembrete real de que o clima mudou e vai continuar a mudar. Pesquisas do Serviço de Meteorologia mostram que, em tempos normais, seria virtualmente impossível que o Reino Unido alcançasse a temperatura de 40ºC", declarou.
Veja também:
Homem é engolido por incêndio na Espanha e foge com as roupas pegando fogo
Na Espanha, trem para ao lado de floresta em chamas e passageiros ficam tensos

Fonte: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/07/19/onda-de-calor-na-europa-incendios-atingem-londres.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portaljornalismonaamazonia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp