27/07/2022 às 19h30min - Atualizada em 28/07/2022 às 00h00min

Polícia investiga caso de fotógrafo baleado por suposto PM

Caso ocorreu no conjunto Cidade Nova, em Ananindeua. Acusado fugiu do local.

G1 - Pará
https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2022/07/27/policia-investiga-caso-de-fotografo-baleado-por-suposto-pm.ghtml
Caso ocorreu no conjunto Cidade Nova, em Ananindeua. Acusado fugiu do local. A Polícia Civil investiga o caso do fotógrafo Êxodo Happy de Jesus Santos, conhecido como “Junior Hoffman”, baleado na tarde de terça-feira (26), no conjunto Cidade Nova, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém.
O fotógrafo foi baleado por um homem, suposto policial militar, que discutia com uma mulher, que estava com uma criança no colo. Junior teria tentando intervir ao perceber que o homem estava agredindo a mulher, e acabou levando um tiro na perna.
A deputada federal, Vivi Reis, se pronunciou nas redes sociais a respeito do caso e falou em racismo por parte dos policiais que atenderam à vítima na delegacia.
“[...] Junior foi baleado na tarde de hoje em Ananindeua, ao tentar defender uma mulher que estava sendo agredida pelo autor dos disparos. Ele segue internado no Hospital Metropolitano. O atirador é um PM, o que torna o crime ainda mais grave. Exigimos dos órgãos competentes que este criminoso seja devidamente responsabilizado. Da mesma forma, queremos respostas efetivas para o racismo que Júnior teria sofrido por parte dos policiais que foram atendê-lo [...]”.
A Polícia Civil informou que o caso foi registrado pela Seccional da Cidade Nova e encaminhado para a Divisão de Crimes Funcionais (DECRIF) para as devidas apurações. “Diligências estão sendo realizadas para coletar maiores informações sobre o ocorrido”, diz a nota.
Assista às principais notícias do Pará:

Fonte: https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2022/07/27/policia-investiga-caso-de-fotografo-baleado-por-suposto-pm.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portaljornalismonaamazonia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp