Equatorial Pará orienta para pedidos de ligações provisórias nas festividades juninas

Após dois anos de longa espera por conta da pandemia de covid-19, o período junino já começou movimentando centenas de pessoas para brincar nos arraiais de São João, Santo Antônio e São Pedro, nas quermesses das escolas, das igrejas e nos arraiais diversos promovidos em todos os cantos das cidades. Nessas oportunidades, muitos vendedores aproveitam para comercializar produtos e necessitam de energia elétrica em seus pontos de venda. E para garantir uma festa com muita energia e segurança, a Equatorial Pará orienta a população para os pedidos de ligações provisórias de energia elétrica.

Conforme o gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial, Gilliard Vaz, a iniciativa da distribuidora é uma maneira segura e legalizada de garantir energia em barracas, bares ou outros pontos temporários montados pelos comerciantes. “A solicitação deve ser feita com antecedência mínima de 5 (cinco) dias úteis, sendo o atendimento condicionado à disponibilidade de energia e potência. Não é permitido um período de ligação provisória superior a 30 (trinta) dias. Caso a ligação ultrapasse esse prazo, o cliente será orientado a solicitar a conversão do fornecimento provisório em definitivo”, reforça.

Os clientes interessados devem se dirigir a uma agência de atendimento presencial da distribuidora, portando os documentos de identificação (RG e CPF), informar o quantitativo de carga instalada, com a relação de todos os aparelhos elétricos e lâmpadas que serão instalados, assim como os dias que serão utilizados. Após realizar um cadastro, será emitida uma fatura para pagamento do serviço e consumo.
Durante todo o período junino, equipes de fiscalização serão reforçadas para fazer monitoramento, a fim de evitar o furto de energia e garantir a segurança, tanto das pessoas que precisam do serviço para adquirir uma renda extra, como para as que buscam diversão durante o evento.

Medidas

Além de suspender o fornecimento em ligações feitas à revelia, serão checados se os equipamentos declarados pelos clientes realmente condizem com os que estão no estabelecimento, pois declarar uma carga mínima e utilizar uma carga maior também pode causar diversos transtornos.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Muito obrigado por sua audiência e caso tenha algum comentário sobre a experiência no site, fale conosco nas nossas redes sociais.

Assine grátis nossas notícias

Rolar para o topo