Campanha estimula homens a se cuidarem

Evaldo Printes – Voltei a cuidar da saúde, fazendo inclusive exames regulares

Se ao longo do ano as consultas médicas eletivas atendem majoritariamente pacientes do sexo feminino, em que alguns dados indicam que elas são 85% do público regular no mundo, ao menos no distrito de Porto Trombetas, em Oriximiná (PA), este número sofre uma mudança no mês de novembro. É o que relata o diretor técnico do Hospital de Porto Trombetas, Dr. Gustavo Estanislau, que afirma: “Com a campanha do Novembro Azul, nossos atendimentos aumentam em 50% quando se trata de pessoas do sexo masculino”.

Um cenário que o médico espera que se mantenha durante os demais meses. “A intenção (da campanha) não é somente focar no câncer de próstata, mas de conscientizar os homens da importância de cuidar da própria saúde como um todo”, relata Dr. Gustavo.

Hábito este que o analista de comunicação da Mineração Rio do Norte, Evaldo Printes diz ter adquirido. “Eu penso que os homens estão se cuidando cada vez mais, sim. Já é comum as pessoas mais esclarecidas tratarem do assunto com mais responsabilidade. Temos mãe, filhas, esposas e sabemos que elas fazem periodicamente seus exames. Por que não os homens? Eu sempre fui de praticar exercícios, mas relaxei e com o avançar do tempo senti a necessidade de voltar a cuidar da minha saúde, o que inclui exames regulares”, diz Evaldo.

Segundo o Dr. Gustavo, a ida regular ao médico tem um peso muito grande quando falamos de doenças previsíveis. “O câncer de próstata, por exemplo, é o câncer evitável mais letal entre os homens. É diferente de um tumor no cérebro que não temos como identificar como fazemos com o da próstata. Basta vencer o preconceito”, reforça o médico.

Diálogo Diário de Segurança do Hospital de Porto Trombetas sobre o tema Novembro Azul

É o que o gerente do departamento de Manutenção Mecânica e Elétrica Industrial da MRN, Willison Marinho, também ressalta. Ele que diz que este é um assunto que sempre surge entre os amigos e que ganhou destaque na campanha deste ano. “Sem preconceitos! Eu faço sempre o PSA, mas se um dia der alteração e eu precisar realizar o exame de toque, o mais importante é minha saúde. E nesses mais de 32 anos que estou aqui em Porto Trombetas, nunca vi o tema da saúde do homem ser tão debatido entre os amigos. Isso mostra uma grande mudança”, relata Willison.

A campanha Novembro Azul realizada em Porto Trombetas envolveu não apenas o empregados diretos da Mineração Rio do Norte, maior produtora de bauxita do Brasil, mas também os indiretos e demais moradores da localidade. De acordo com o Dr. Gustavo, as ações incluíram a ampliação dos horários de atendimento na especialidade de urologia, divulgação pelos meios digitais de um vídeo de conscientização sobre a saúde do homem e palestras.

“Tudo sempre contando com a parceira e engajamento dos profissionais que atuam em nosso hospital. Na verdade, aqui nós juntamos o Outubro Rosa e o Novembro Azul de forma a abordar os dois temas por mais tempo, buscando manter esse trabalho de educação no dia a dia de todos”, conta o diretor.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Muito obrigado por sua audiência e caso tenha algum comentário sobre a experiência no site, fale conosco nas nossas redes sociais.

Assine grátis nossas notícias

Rolar para o topo